Walter Miranda
Artista Plástico

Admirável Novo Milênio

2001
de Walter Miranda 
1998 - Jan/2001
No começo, era a ditadura! Aprendi a expressar minha revolta através da participação política e a desafogar minhas tristezas através da manifestação artística. Meus trabalhos abordavam declaradamente os (d)efeitos da ditadura. Foram anos que marcaram, até hoje, a minha atividade profissional. Muitos críticos e admiradores do meu trabalho ainda esperam ver em meus quadros as mesmas críticas de outrora.
Os tempos mudaram. A democracia chegou para nós, brasileiros, ainda que tardia e incompleta, e o nosso futuro está em nossas mãos. Gostemos ou não dos governantes que elegemos, eles são colocados lá pela maioria e isso tem que ser respeitado. Afinal, lutamos por isso! Um dia aprenderemos com nossos erros e escolheremos melhor nossos representantes. Penso que a semente foi plantada em solo fértil e, aos poucos, a árvore está crescendo.
Dessa forma, meus anseios e preocupações transcenderam para uma nova dimensão relacionada com a condição humana no planeta e, mesmo após as séries "Admirável Mundo Novo", "Projeto Seattle" e "Admirável Nova Idade Média" ainda sinto que o assunto filosófico não foi esgotado. Na verdade continuo sentindo-me incomodado com os rumos que a humanidade tem tomado ao fazer uso impensado e inconseqüente de uma tecnologia poderosa.
Entristece-me o fato de que o planeta produz diariamente o suficiente para que todos os seres humanos tenham o "pão nosso de cada dia" e, ainda assim, nem todos o recebem. Percebo que continuamos a brincar de senhores da natureza. Não agimos como parte da natureza, mas como donos dela. Sinto que a vingança se aproxima!

http://www.fwmartes.com.br/imprensa/imagens/m16_u7_12022017-21-10-05_baixa.jpg
Idolatria Tecnológica XIV


Na série "Admirável Novo Milênio" apresento o ser humano, em situações de desinteresse, arrogância e prepotência frente às questões que se referem à sobrevivência da espécie no planeta. Nesse sentido, a série aborda uma idolatria tecnológica que tem deixado o ser humano deslumbrado, mas impotente, frente aos resultados desastrosos proporcionados por seus "Caprichos", como diria Goya!
Walter Miranda
Ateliê Oficina FWM de Artes
Todos os Direitos Reservados.