Walter Miranda
Artista Plástico

Simetria Social, Política e Ecológica

1989
http://www.fwmartes.com.br/imprensa/imagens/m16_u54_02122017-20-00-01_baixa.jpg

Estes quadros abordam a violência contra o ser humano  em três situações distintas: a violência contra aqueles que lutam pela preservação ecológica, contra aqueles que lutam por melhores condições sociais e contra aqueles que lutam por liberdade política, estabelecendo uma simetria conceitual entre as três situações. Além disso, os quadros são idealizados usando composições simétricas, criando um circulo entre os conceitos filosóficos e o processo criativo e dando razão aos títulos dos quadros. Simetria Ecológica - Xapuri  23/12/1988: Este quadro aborda a violência na Amazônia provocada por conflitos econômicos e ecológicos. A simetria da composição evidencia o antagonismo entre a exploração das florestas de maneira sustentável e a sua destruição devido a uma exploração desordenada. Esse antagonismo aumentou nos últimos anos provocando a morte de muitos seringueiros e culminando na morte de seu líder Chico Mendes. Simetria Política - Tian Anmen  04/06/1989: A invasão da Praça Tian Anmen, em Pequim,  pelo exercito da Manchúria (a mando do governo chinês), provocou a morte de milhares de estudantes e civis chineses que ocupavam a praça a semanas e lutavam por uma abertura política no regime chinês. Simetria Social - Volta Redonda 11/1989: A invasão da Cia. Siderúrgica de Volta Redonda pelo exército brasileiro provocou a morte de alguns metalúrgicos que estavam em greve e ocupavam as dependências da siderúrgica. O uso extremo da força pelo exército provocou não só mortes, mas feridas conceituais entre os trabalhadores, pois eles se sentiram tratados como inimigos da pátria ao reivindicar melhorias sociais e trabalhistas. Técnica: lápis de cor + óleo sobre madeira. Dimensões: 100 X 150 cm

- Veja Série Simetria

Walter Miranda
Ateliê Oficina FWM de Artes
Todos os Direitos Reservados.