Walter Miranda
Artista Plástico

Interpretando as Obras de Beethoven

1987
São Paulo Shimbun
23 de julho de 1987 Artes Plásticas
http://www.fwmartes.com.br/imprensa/imagens/m16_u7_05022017-19-04-48_baixa.jpg

Há seis anos, os artistas plásticos Maria Bertoldi, Roberto Giannecchini e Walter Miranda, reuniram-se para executar um trabalho inédito: interpretar visualmente as nove sinfonias de Beethoven. O processo foi completado com outras três obras quando cada um teve a total liberdade de criação, mas tendo como base a experiência adquirida nos trabalhos anteriores.
O resultado do que eles batizaram de “Projeto Beethoven” (composto por 24 pinturas e 12 esculturas), concluído há três anos, está sendo mostrado novamente na exposição que realizam, até 02 de agosto na Galeria de Arte Municipal de Guarujá, à av. Dom Pedro, 350, Praia da Enseada.

http://www.fwmartes.com.br/imprensa/imagens/m16_u7_05022017-19-05-02_baixa.jpg

http://www.fwmartes.com.br/imprensa/imagens/m16_u7_05022017-19-05-13.jpg

http://www.fwmartes.com.br/imprensa/imagens/m16_u7_05022017-19-05-35_baixa.jpg
Projeto Beethoven Segunda Sinfonia Maria Bertoldi - Roberto Giannecchini - Walter Miranda

Sobre este período de criação escreveu Maria Bertoldi: "Foi apenas o registro de um momento. O momento maravilhoso vivido durante uma sinfonia de Beethoven. E fui conhecendo, fui sentindo e ouvindo as sinfonias e tentando colorir os mais fantásticos sons dessas verdadeiras fantasias sinfônicas. Um sonho vivido. Um verdadeiro vôo ao mundo fantástico dos sons musicais de Beethoven, onde tento acompanhá-lo com meu pincel sobre tela azul nessa doida revoada de sons. As nove fantasia sinfônicas Beethovenianas mais três trabalhos, foi tudo que me restou."
Roberto Giannecchini declara: "O meu trabalho foi feito a partir de sugestões fornecidas pelo material musical, selecionadas pelo sensível e filtradas pelo racional. Porém, vale destacar como mais importante, o processo criador que trouxe à superfície mecanismos mentais e sensíveis que eu ignorava... No que diz respeito à técnica, os trabalhos foram feitos de forma completamente artesanal,incluídos o projeto e a realização dos mecanismos. O material utilizado é quase que exclusivamente o alunínio, fosqueado com micro-esferas de vidr. Quando, durante o processo, algum trabalho tomava configurações próprias, independentes das minhas intenções, fiz questão de respeitá-las. Assim por exemplo, o movimento do pássaro da Pastoral que pedia (como um amigo me fez notar) uma solução usando a ressonância mecânica foi aceita e realizada."
Walter Miranda, por sua vez, afirma: “Os trabalhos obedecem à uma linha mestra, conseguidas após diversos estudos, e que consiste numa parte superior, reservada para manifestações espontâneas da minha sensibilidade de acordo com cada sinfonia; e numa parte inferior, com desenhos feitos ouvindo sempre a sinfonia concernente e de acordo com minha linha de trabalho racional, onde represento as inconsequências que a humanidade está praticando atualmente."

Walter Miranda
Ateliê Oficina FWM de Artes
Todos os Direitos Reservados.