Walter Miranda
Artista Plástico

Ser e Não Ter, Ter e Não Ser, Eis a Etiópia!

1985
https://www.fwmartes.com.br/imprensa/imagens/m16_u7_16022017-16-05-01_baixa.jpg

Em 1985, a Etiópia passou por uma crise social gravíssima com milhares de habitantes morrendo de fome.

Tocado por essa tragédia, pintei três quadros expressando a minha indignação e, inspirado em Shakespeare, usei como título para a série a frase Ser e não ter, ter e não ser, eis a Etiópia!

 

Sei que hoje, a Etiópia superou a crise de 85 e está em desenvolvimento social e humano. Apesar de ainda existirem problemas sociais, o país reconquistou a dignidade que todo povo merece ter.

 

Entretanto, em outras regiões do planeta, ainda existem povos e populações que vivem o drama de não ter o essencial para a sobrevivência enquanto outros desperdiçam, sem a menor preocupação com seu semelhante, apenas porque estes se encontram a milhares de quilômetros de distância.

 

 

Ser e não ter – A essência humana (representada pela criança) deveria valer mais que as convenções territoriais que dividem a nossa espécie. É exatamente isto o que tentei transmitir nesse quadro, onde a estrela representa o transcendental e a Terra o material, tendo como base filosófica o conceitualismo hipócrita dos quintais embandeirados.

 

Ter e não ser – Os poderes religiosos, políticos e econômicos mundiais, representados pelas bandeiras pintadas, têm a maior parcela de responsabilidade pela desigualdade da condição humana, já que eles têm suficiente poder de influência para alterar essa situação.

 

Eis a Etiópia! – A criança representa, nesse caso, todos os povos explorados que sustentam, com seu sangue e sacrifício, os países desenvolvidos e ricos.

 

Técnica: óleo + colagem e objetos sobre papelão de fabricação própria

Dimensões: 80 X 60

Ano: 1985-2018

Walter Miranda
Ateliê Oficina FWM de Artes
Todos os Direitos Reservados.